Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

A Gente Lusitana

As armas e os barões assinalados
Que da ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca de antes navegados,
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do que prometia a força humana,
Entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram;
 
E também as memórias gloriosas
Daqueles Reis que foram dilatando
A Fé, o Império, e as terras viciosas
De África e de Ásia andaram devastando,
E aqueles que por obras valerosas
Se vão da lei da morte libertando:
Cantando espalharei por toda a parte;
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.
 
Cessem do sábio Grego e do Troiano
As navegações grandes que fizeram;
Cale-se de Alexandro e de Trajano
A fama das vitórias que tiveram;
Que eu canto o peito ilustre Lusitano,
A quem Neptuno e Marte obedeceram.
Cesse tudo o que a Musa antiga canta,
Que outro valor mais alto se alevanta.
 
Luís de Camões; em "Os Lusíadas"
Publicado por Imperiopt às 20:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De Jo08 a 16 de Janeiro de 2008 às 23:19
Gostei do teu Blog e continua a cultivar o teu gosto pela História que ja são poucos que o fazem.
Boa sorte :)

Comentar post

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.

Luís Vaz de Camões

Pesquisar:

 

Autores do Blog:

» Paulo Guilherme Peixoto
» João António Peixoto

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts Recentes:

O Passado e o Futuro de P...

O ANO DO ENGANO - 1477

Portugal

Fado do Estudante

25 de Abril de 1974

Vasco Santana

Descoberta da Terra Nova

Histórias de S. Lourenço

Portugueses no Japão

As Embarcações Portuguesa...

Os Descobrimentos

Mariza - Gente da Minha T...

Dulce Pontes - Canção do ...

Infante D. Henrique

A Ordem de Cristo

A Gente Lusitana

Análise Histórica:

Para entendermos determinado período ou personagem histórica, temos de mergulhar na mentalidade dessa época. É necessário penetrar nas causas, nas motivações, nos desejos, nas utopias ou ideias, no sentir, na visão de um povo, de um homem, ou de um grupo de humanos, para, de seguida, se poder compreender o significado da sua acção histórica. Trata-se de captar o centro de onde irradiaram os grandes fenómenos históricos.

Visitantes:


Estatísticas

Som:


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com